As melhores notícias do mercado Imobiliário da região e dicas de investimento, decoração e curiosidades!

5 Motivos para Aprender uma Nova Língua

Dicas Piccoloto

5 Motivos para Aprender uma Nova Língua

Estudos psicológicos demonstraram que falar duas ou mais línguas influencia positivamente no processo de desenvolvimento cognitivo. Os cérebros de indivíduos bilíngues operam de forma diferente que aqueles que apenas sabem uma, e essas diferenças representam grandes benefícios mentais no longo prazo.

nova língua

Abaixo você consegue encontrar 5 vantagens cognitivas para estimular você a aprender novos idiomas. Muitos desses atributos são aparentes apenas em pessoas que falam mais de uma língua no cotidiano de forma rotineira – ou seja, se você não fala outra língua desde a época do cursinho ou do intercâmbio, pode ser que você não esteja se beneficiando dessas vantagens. Mesmo assim, adultos que começam a aprender uma nova língua ainda conseguem atingir os mesmos níveis de fluência que alunos mais jovens, além de aproveitarem os mesmos benefícios mentais.

1.Você se torna mais inteligente

Parece óbvio, mas não é apenas no sentido comunicativo. Falar uma língua estrangeira melhora a funcionalidade do seu cérebro de desafiar aquilo que ele está acostumado a reconhecer, categorizar e comunicar em diversos sistemas de significação linguística. Essa habilidade também desenvolve o seu pensamento crítico em diversas tarefas voltadas para a resolução de problemas.

Não somente, alunos que aprenderam novas línguas durante a juventude costumam obter melhores resultados em provas padronizadas. Esse fenômeno pode ser percebido de forma mais clara nas áreas de matemática, vocabulário, leitura e compreensão.

2. Desenvolve habilidades de gestão de tarefas

Pessoas bilíngues e poliglotas, especialmente crianças, desenvolve a habilidade de mudar entre estruturas linguísticas no que diz respeito à fala, escrita e comunicação. De acordo com estudos da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, esse “malabarismo” os torna bons gestores de tarefas por causa da naturalidade com a qual eles conseguem se adaptar a estruturas diferentes. Em um dos estudos, participantes usaram um simulador automobilístico enquanto realizavam outras tarefas voltadas para a distração ao mesmo tempo. O resultado comprovou que aqueles que praticavam outras línguas faziam menos erros atrás do volante.

3. Melhora a memória e saúde mental

nova língua

Diversos estudos foram conduzidos nessa área, com resultados consistentes. Para adultos que sabem falar apenas uma língua, a idade na qual os primeiros indícios de demência começaram a aparecer foi em torno dos 71 anos. Já, para adultos bilíngues e poliglotas, a idade média girava em torno dos 75. Diversos estudos consideraram outros fatores, como nível de educação, salário, gênero e saúde física, mas os resultados foram consistentes.

Essa relação pode ser atribuída à analogia do cérebro como um músculo, melhorando a cada exercício realizado. Aprender uma nova língua, por esse viés, envolve aprender novas regras e vocabulários, exercitando assim o músculo mental. Esse exercício melhora a memória como um todo, consequentemente melhorando a habilidade de memorizar listas e reter informações.

4. Você se torna mais perceptivo

Em estudo realizado na Universidade Pompeu Fabra, na Espanha, resultados obtidos revelaram que pessoas bilíngues e poliglotas são melhores observadores de seus entornos. A explicação se embasa no fato de que aprender novas línguas melhora o senso crítico de retenção de informações relevantes, e descartando aquilo que não interessa. Eles também são melhores em identificar informações e argumentos falaciosos – será que é por isso que Sherlock Holmes e Hercule Poirot foram feitos poliglotas?

Além disso, em estudos realizados na Universidade de Chicago, pessoas bilíngues costumam tomar decisões mais racionais. Independentemente do idioma, determinados vocabulários costumam possuir nuances que influenciam positivamente e negativamente, dependendo do contexto nos quais eles são empregados. Pessoas bilíngues costumam ter maior facilidade para identificar essa tentativa subconsciente de influenciar as decisões através dos termos empregados, consequentemente tornando-os mais aptos em tomar decisões racionais.

5. Você se torna mais prolixo no seu próprio idioma

Aprender uma nova língua facilita a identificação dos mecanismos linguísticos de cada idioma, como a gramatica, conjugação, e estruturas de concordância verbal. Isso torna indivíduos mais conscientes na construção linguística, e as maneiras como ela pode ser manipulada e empregada. Essa habilidade pode transformar pessoas em comunicados mais prolixos, como também em melhores redatores e editores. Pessoas bilíngues e poliglotas também se tornam melhores ouvintes, por causa do desenvolvimento da habilidade de diferenciação entre significado e sons involuntários ou característicos de determinada região.

Autor: Paulo Gregorin é formado em Marketing pela ESPM, com certificações em Inovação e Tecnologia pela universidade de Stanford, na Califórnia.

Deixe seus contatos abaixo para vender/locar seu imóvel ou encontrar o imóvel ideal para você, sua família ou empresa.
Preencha o campo nome. Preencha o campo whatsapp.
Preencha o campo e-mail.
Venda e Locação   19 2138-3838   19 99576-2079 | Lançamentos e administração   19 4009-4777   19 99576-3403